Por dentro da Engenharia Civil

Opa! Quer dizer então que você é da turma dos que pretendem seguir carreira na Engenharia Civil?

Por dentro da Engenharia Civil

18/AGO

Hoje, nós, da UCB, passamos por aqui para te contar umas curiosidades sobre a profissão, vem ver...


Você saberia dizer, por exemplo, de que forma tudo começou?


Não?


A gente te conta.


Até o século XVIII não existia, por exemplo, vamos dizer, muita clareza entre onde terminava a Engenharia Civil e onde começava a Arquitetura. Por isso, muitas vezes usavam-se expressões bem diferentes para fazer referência ao mesmo profissional. 


Pois é, mas foi no mesmo século XVIII que o termo "Engenharia Civil" começou a ser usado para distinguir os trabalhos que não eram realizados para fins militares, ou seja, eram feitos por civis. O primeiro engenheiro civil foi John Smeaton, responsável pela construção do farol de Eddystone.


As atividades de um (a) engenheiro (a) civil podem ir da construção de edifícios – e paredões no mar – até a construção de montanhas-russas. Além disso, podem atuar tanto no setor público como no privado.


A Engenharia Civil também é feita de subdisciplinas. Elas permitem que o (a) profissional escolha uma área mais específica de atuação, com a qual se identifica mais. Entre elas estão, por exemplo, a Engenharia Ambiental (que propõe a redução da poluição, cuidando do meio ambiente e da saúde humana) e a Engenharia de Materiais (que lida com aparatos como asfalto, concreto, tintura e as misturas para eles). 


Vamos encerrar te contando que o prédio mais alto de Paris, com 324m de altura, foi obra de um engenheiro. Lá no século XIX, Gustave Eiffel assumiu o projeto e a construção da famosa torre. E ele não parou nela! Além da Torre Eiffel, ele ainda participou da construção da Estátua da Liberdade, em Nova York, um presente da França para os Estados Unidos com o intuito de comemorar o centenário da sua independência.


Ah, tá querendo uma curiosidade-bônus, não é? Tá bom, tá bom, aí vai ela...


Sabia que, até para que as pessoas possam se divertir, o engenheiro civil tem que trabalhar com muita atenção? Falamos, lá no começo, sobre montanhas-russas, mas o tobogã, aquela delícia em que a gente escorrega se esgoelando até cairmos em uma piscina, também é criação de um engenheiro civil, sabia? E a traquitana simplesmente não funciona se o fluxo de água não estiver correto!


Sabia dessa?


[Fonte: www.doisa.com] 

;