Então...é Natal!

“Então é Natal. E o que a gente fez...”

Então...é Natal!

25/DEZ

2021 – ano que seguiu pandêmico, mas que trouxe ao mundo a tão desejada vacina – passou, mesmo, voando. E cá estamos nós ouvindo a cantora Simone nos questionando sobre o que – efetivamente – fizemos desse período que vai terminando. 


O Natal é uma celebração cristã, mas, com o passar do tempo, foi sendo propagada para fora do âmbito religioso.


A palavra Natal significa “nascimento” e celebra o dia em que o Menino Jesus nasceu.


Já que mencionamos esse assunto, a verdade é que ninguém sabe, ao certo, em que dia Jesus nasceu mesmo.

 

A celebração no dia 25 de dezembro foi criada pela Igreja Católica quando esta notou que as celebrações pagãs concorriam com as celebrações religiosas.


Para definir a data de celebração do nascimento de Cristo, a Igreja escolheu a ocasião em que os pagãos celebravam o Festival do Sol Invicto. A ideia foi a de tentar converter os povos pagãos para o Império Romano.


Para os pagãos, durante o Solstício de Inverno (que acontece, no Hemisfério Norte, bem próximo ao dia 25 de dezembro) o Sol se aproximava da Terra, o que simbolizava a vitória da luz contra as trevas.


E só para você saber, as antigas comemorações de Natal costumavam durar até 12 dias. É que este foi o tempo que os três Reis Magos levaram para encontrar o Menino Jesus (o que é comemorado no dia 6 de janeiro, data conhecida como o Dia de Reis).


Já imaginou? Bem que, depois de todo esse período aflitivo, podíamos bem passar 12 dias, ininterruptos, celebrando o Natal, hein? Que tal?


Bom, brincadeiras à parte, encerramos dizendo que nós, da Universidade Castelo Branco, desejamos a você - e a todos os seus - um grande Natal, cheio de paz, de afeto, de amorosidade e, enfim, com todos os seus queridos reunidos.



[Fonte: www.calendarr.com] 

;