Conheça os hábitos que garantem a longevidade

Apesar da pandemia da Covid-19 – que ceifou milhões de vidas e comprometeu, gravemente, as vidas de tantos outros no mundo – é fato que, hoje em dia, as pessoas estão vivendo mais.

Conheça os hábitos que garantem a longevidade

03/DEZ

No Brasil – segundo o relatório anual Worth Health Statistics 2019 – entre 2000 e 2016, a expectativa de vida ao nascer passou de 69,9 para 75,1 anos. E a esperança de vida saudável ao nascer (número de anos que se espera viver em plena saúde) subiu de 61,5 para 66 anos.


Apesar de não existir uma receita secreta – ou um “Abracadabra!” – que garanta a longevidade, a Ciência vem deixando claro que é imenso o impacto dos bons hábitos, adotados ao longo da vida, para que a vida se prolongue e o processo do envelhecimento seja freado. 


E quais seriam esses bons hábitos?


Nós, da UCB, reunimos algumas recomendações importantes de especialistas para que você possa cuidar direitinho da sua saúde e conte com ela – íntegra e intacta – por muito mais tempo. 


Uma primeira sugestão é parar de comer antes de – como se diz por aí – “ficar cheio (a)”. Ou seja, não coma até se sentir estufado e, sim, até se sentir satisfeito (a). Como fazer isso? Mastigue lentamente, o cérebro leva 20 minutos, a partir da primeira garfada, para registrar a saciedade. Acredite, este hábito, aparentemente simples, pode evitar o ganho de peso e a obesidade, associados a diversas doenças, como infarto, AVC e diabetes.

 

Outra recomendação para garantir uma vida longa e saudável é ter uma vida social ativa. Conserve boas relações! Estudos já comprovaram que cultivar amigos e ter relações familiares de qualidade contribui para uma rotina mais saudável, faz as pessoas se cuidarem mais e garante uma rede de apoio. Ainda reduz o risco de doenças, inclusive as psiquiátricas (como depressão) e contribui para a melhora da memória.


Bom, a lista é longa, mas ainda destacamos a importância de manter o otimismo, de deixar de (ou nunca começar a) fumar, beber café moderadamente, fazer atividade física, viver com um propósito, manter a caderneta de vacinação atualizada e controlar o estresse. 


Fácil? Claro que não. Mas, para manter a boa saúde, por muito tempo, vale a pena, hein?


Força e foco aí!


Estamos torcendo para que você possa assoprar as velinhas dos 100 anos! 



[Fonte: UOL // Viva Bem] 

;