E não é que Rambo foi inspirado em um soldado bem real? Saiba mais sobre o assunto

Conta aqui para a gente...Você já assistiu “Rambo: Programado para Matar”, o longa que mexeu com o mundo em 1982?
E não é que Rambo foi inspirado em um soldado bem real? Saiba mais sobre o assunto

11

NOV


Se a sua resposta foi afirmativa, deve ter dado um sorrisinho aí ao lembrar de Sylvester Stallone (praticamente, o “pai do McGyver”) no papel de um antigo veterano do Vietnã, capaz de acabar com metade da população de um país do tamanho dos EUA armado – pensa? – com uma pedra, uma faca, um arco e algumas flechas.

Se você respondeu negativamente, trate de procurar este bastião da produção hollywoodiana para assistir, é imperdível!

Mas o que a gente veio fazer aqui hoje, em verdade, foi – tenha você assistido a película ou não – te contar que a personagem de Stallone foi inspirada em alguém bem real.

Bem real? Então quer dizer que houve um cara que – de fato – viveu à margem da administração oficial e gostava de fazer justiça por conta própria?

Sim, esta pessoa existiu!

Aliás, existe.

Trata-se de James Gordon, conhecido por Bo Gritz.

Assim como o Rambo do filme, Bo Gritz também foi membro das forças especiais norte-americanas.

Os dois lutaram no Vietnã e ganharam as mais altas condecorações: medalha de honra, estrela de prata, coração púrpura.

Também, nos dois casos, houve registro de depressão na hora de voltar para casa e de não aceitação por ambas as famílias.

E, por fim, tanto Rambo quanto Gritz carregam currículo – digamos – pra lá de ensanguentado. Descontando os mortos do último filme, Rambo, como se diz por aí, “fez subir no telhado”, de maneira fictícia, 504 pessoas. Bo Gritz, com a maior naturalidade do mundo informa que seu “score”, ao longo da vida, bem real, foi 400.

Ufs!

Pois é, pelo jeito, foram muitos os que ouviram a célebre frase do filme “estou começando a não gostar de você...”


[Fonte: https://brasil.elpais.com]