Preparado (a) para saber quando vai morrer? A Ciência já dispõe de exame de sangue que faz tal revelação

Em mais um capítulo da série “Precisamos, mesmo, saber isso? ”, estudo publicado – recentemente – na revista Nature trouxe a informação de que cientistas conseguiram prever, com pouca chance de erro, se um paciente vai morrer entre os próximos cinco a dez anos.
Preparado (a) para saber quando vai morrer? A Ciência já dispõe de exame de sangue que faz tal revelação

11

SET


Uffssss!!

Como foi que eles chegaram a estes cálculos?

A gente te conta...

Ao longo de 20 anos foram analisadas amostras de sangue de 44.168 pessoas, com 18 a 109 anos. Entre 226 substâncias metabólicas pesquisadas, os estudiosos identificaram 14 que, reunidas, oferecem boa correspondência à expectativa de vida na década posterior.

Deu risada aí, né? Achou bobagem?

Pois saiba que entre os voluntários com até 60 anos, a precisão das respostas foi de 83%. Acima dessa idade, de 72%.

Como diríamos, em nossa linguagem coloquial de brasileiros, “eita po**a!”.

Para nós pode até parecer um “papo bravo”, mórbido até, mas, para a Medicina, dados confiáveis que consigam prever a morte – a médio e longo prazo – têm um imenso valor para ensaios clínicos e tomadas de decisões.

E possibilidade de previsão descoberta pelos pesquisadores é bem mais viável no último ano de vida. Por conta do grande número de dados clínicos disponíveis.

Só de curiosidade vamos deixar aqui a lista dos 14 biomarcadores que, associados, segundo os estudiosos, podem apontar, com grande chance de acerto, quando alguém vai partir – de novo, usando a linguagem popular – “desta para melhor”.

Preparado (a)?

Então vamos lá...

Os biomarcadores são:

XXL-VLDL-L – Lipídios totais em quilomícrons e VLDL extremamente grande, com RH 0,80, 95% CI de 0,75 a 0,85; S-HDL-L – Lipídios totais em HDL pequeno, RH 0,87, 95% CI de 0,84 a 0; VLDL-D – Diâmetro médio para partículas de VLDL, RH 0,85, 95% CI de 0,80 a 0,90; PUFA / FA – Proporção de ácidos graxos poli-insaturados em relação ao total de ácidos graxos (%), RH 0,78, 95% CI de 0,75 a 0,80; Glc – Glicose, RH 1,16, 95% CI de 1,13–1,19; Laca – Lactato, RH 1,06, 95% CI de 1,03–1,10 6; Dele – Histidina, RH 0,93, 95% CI de 0,90 a 0,96; Ile – Isoleucina, RH 1,23, 95% CI de 1,14–1, 32; Leu– Leucina, RH 0,82, 95% CI de 0,76-0,89; Val – Valine, RH 0,87, 0, 95% CI de 82-0,92; Phe- Fenilalanina, RH 1,13, 95% CI de 1,09-1,17; AcAce – Acetoacetato, RH 1,08, 95% CI de 1,05–1,11 1; Alva – Albumina, RH 0,89, 95% CI de 0,87-0,92; GlycA- Acetil glicoproteína, RH 1,32, 95% CI de 1,27-1,38.

E aí? Será que você se habilita a saber – de antemão – quando, “ao subir no telhado”, dará tchau para essa existência?


[Fonte: pebmed.com.br]