Estudos revelam que a Síndrome de Ovários Policísticos pode, sim, ser hereditária

Síndrome do Ovário Policístico: doença incurável – que ocorre por conta de determinadas disfunções hormonais femininas – principal causadora de infertilidade e de diabetes tipo 2 nas mulheres.
Estudos revelam que a Síndrome de Ovários Policísticos pode, sim, ser hereditária

20

MAI


Os motivos que causam a referida disfunção hormonal ainda são desconhecidos, porém, a incansável investigação sobre os mecanismos genéticos que envolvem a SOP (a abreviatura da afecção) tem sido fundamental para o auxílio de tratamentos e diagnósticos futuros.

Uma dessas investigações pode ser vista no novo estudo – publicado no Jornal de Endocrinologia Clínica e Metabolismo (The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism) –sobre a Síndrome de Ovários Policísticos.

Os pesquisadores envolvidos reuniram mulheres de 62 famílias com histórico de SOP e sequenciaram seus DNA's com uma observação mais detalhada. Através do método foi possível identificar variantes raras do gene DENND1A, o responsável pela regulação da testosterona no organismo.

O referido gene apontou a possibilidade de existir, sim, relação com a hereditariedade, visto que foi encontrado em, pelo menos, metade das participantes portadoras da doença.

Andrea Dunaif, líder da pesquisa, disse que o atual entendimento é de que existe uma forte suscetibilidade genética relacionada à SOP. Ela completou informando que “a perspectiva é a de que, a partir de testes genéticos, possamos identificar – antecipadamente – pessoas com alto risco de desenvolverem a síndrome."

Visto que a SOP é muito comum e bem mal compreendida, o estudo é um alento e tanto. Considerando-se que muitas mulheres precisam passar por até 4 médicos para conseguirem o diagnóstico, contar com tais averiguações constitui enorme esperança de que a descoberta da cura esteja próxima.


[Fonte: www.megacurioso.com.br]