Curiosidade no trabalho: especialistas afirmam que se trata de ferramenta excelente para amplo desenvolvimento no âmbito corporativo

Diz aqui para a gente, no ambiente de trabalho, você é um (a) curioso (a)?
Curiosidade no trabalho: especialistas afirmam que se trata de ferramenta excelente para amplo desenvolvimento no âmbito corporativo

07

JAN


Não, não estamos falando daqueeela bisbilhotice que se alimenta do que acontece na vida alheia. A conversa aqui é sobre o interesse em conhecer mais, investigar
sobre as questões que envolvem o trabalho.

Sabia que esta curiosidade – a do bem, construtiva – é mega importante para o desempenho de uma empresa?

Não somos nós que estamos dizendo, são os especialistas da área.

Os benefícios da curiosidade no trabalho são inúmeros e podem – sim – reduzir conflitos no grupo.

De que forma?

A curiosidade pode encorajar os profissionais a se colocarem no lugar do outro e a se interessar por outras ideias em vez de focar somente nas próprias perspectivas.

O (A) profissional curioso tem o desejo de seguir em frente bastante aguçado. Ele (a) anseia se superar e se aperfeiçoar. Eis um tripé motivacional que só impulsiona o desenvolvimento das habilidades humanas.

Por fim, ainda segundo quem é expert no assunto, a curiosidade no ambiente de trabalho proporciona proatividade, uma “fome incessante” de querer saber mais.
 
Isso facilita a relação com as outras pessoas e pode fazer uma enorme diferença entre os especialistas que se destacam.

Diante dessas informações todas, o que você tem a nos dizer?

Para assuntos de trabalho, você é um (a) curioso (a) nato (a) ou não?


[Fonte: Exame.com]