Curiosidades sobre o corpo humano para animar seu pós-feriado! Vem saber mais sobre o soluço!

E aí, como foi de feriadão?
Curiosidades sobre o corpo humano para animar seu pós-feriado! Vem saber mais sobre o soluço!

05

NOV


Descansou? Passeou?

Ou recolheu-se para relembrar seus antepassados?

Bom, seja lá como você tenha aproveitado seus dias de folga, cá estamos nós, novamente, em uma segundona.

O que fazer para – depois de dias de relaxamento – “voltar a pegar no tranco”?

Nós respondemos: aprender curiosidades sobre o corpo humano, ué!

Vamos a algumas delas para “animar” esta retomada do cotidiano?

Vem com a gente...

Um soluço dura menos de 1 segundo e acontece – com frequência normal e regular – de 5 a 25 vezes por minuto. Tá...E?

E se a gente te contar que o Guiness registrou um soluço que durou exatos...57...ANOS?

Ufsss!!

Segue o baile...

Você sabia que, a cada sílaba que o homem fala, 72 músculos entram em movimento? Que, para sorrir, são utilizados 14 músculos e, para beijar, 29?

Não, né?

Agora já sabe! Te passamos essa informação fun-da-men-tal para a sua existência.

Quer mais uma que, sem o referido conhecimento, seria impossível que você continuasse vivendo?

Vamos te dar uma força, hein? Se prepara...

Uma pessoa de 75 anos que dorme uma média de 8 horas por dia passou 23 anos dormindo!

Quase conseguimos visualizar a sua reação aí, depois dessa informação: UUAAAAUUU!

Vamos oferecer mais uma para encerrar, vai...

Por que sentimos cócegas (esta é útil, vai! Ou não...)? 

A sensação vem dos movimentos que acionam receptores nervosos existentes na superfície da pele. Ao contrário do que se possa imaginar, não existe um tipo de estímulo específico que nos provoque cócegas. Pode ser um movimento mais leve ou mais brusco, de acordo com a região do corpo.

A única coisa que dá para afirmar, sem titubear, é que se trata – sempre – de uma incitação inesperada.

Pronto, já animamos sua segundona pós-feriado?

Esperamos que sim!

Então vamos lá, começou tudo de novo. Engata a quinta e..acelera aí!


[Fonte: https://guiadoscuriosos.uol.com.br]