Brasil “despenca” em relatório do Banco Mundial que afere capacidade de fazer negócios

De acordo com avaliação do Banco Mundial, o Brasil caiu no ranking que mede a facilidade para fazer negócios.
Brasil “despenca” em relatório do Banco Mundial que afere capacidade de fazer negócios

18

NOV


É, a notícia não é nada boa.

Levando em consideração o período entre os meses de maio de 2018 e 2019, o país passou da 109ª posição para o 124º lugar no referido rol.

O relatório em questão – "Doing Business" – é anual e mede o impacto das leis, regulações e da burocracia no funcionamento das empresas.

Entre os fatores avaliados estão número de dias gastos na abertura de empresas, pagamento de impostos, obtenção de alvarás de construção, conexão com a rede elétrica e o registro de uma propriedade, obtenção de crédito e execução de contratos / resolução de insolvência.

Apesar dos números, no geral, não estarem muito a nosso favor, há – também – notícias boas. O Brasil melhorou em 3 dos 10 itens avaliados: abertura de empresas, registro de propriedades e resolução de insolvências na Justiça

Mas quem será que ficou em primeiro lugar no Doing Business?

Nós te contamos, foi a Nova Zelândia!

Logo em seguida vieram Cingapura e Hong Kong.

O Brasil ficou bem atrás de países como China (31º colocado), Turquia (33º), Chile (59º) e México (60º).

Porém, ficou à frente de vizinhos como Argentina (126º) e Venezuela (188º).


[Fonte: G1 // Economia]