A tecnologia chegou ao varejo alimentar. Poderemos pagar as compras no supermercado com o celular!

Ah, a tecnologia!
A tecnologia chegou ao varejo alimentar. Poderemos pagar as compras no supermercado com o celular!

08

JUL


O que acontece quando uma varejista alimentar se alia à Microsoft para acelerar seu processo de transformação digital?

Nós respondemos: o mercado identifica que – realmente – a concorrência está acirrada e que, quem conseguir emplacar com o consumidor – oferecendo facilidades e comodidade – dará um importantíssimo passo à frente.

A varejista alimentar a que nos referimos é a GPA (controladora de bandeiras como Assaí, Pão de Açúcar e Extra) e o grupo se aliou à gigante da tecnologia com o intuito de acelerar - como já contamos acima - seu processo de, digamos, “reforma” digital.

Uma das novidades resultantes da parceria será a abertura – até o fim deste ano, em São Paulo – de uma loja física na qual serão testadas novas tecnologias, que venham a melhorar a experiência do consumidor.

Bacana, não?

A associação vem na esteira de um outro aparceiramento, sacramentado em março último, entre o rival Carrefour Brasil e a startup Zaitt. Neste caso, o projeto é abrir, na capital paulista, uma loja de conveniência 100% automatizada.

A parceria entre a GPA e a Microsoft prevê (com o uso de tecnologia similar à utilizada pela gigante Amazon.com, nos EUA) lojas que permitam aos usuários que entrem, escaneiem as mercadorias e paguem a conta com um aplicativo instalado em seus smartphones.

"As pessoas já usam smartphones em nossas lojas para ativar promoções no aplicativo ou evitar filas no caixa. Agora queremos desenvolver soluções mais robustas que possamos escalar para as demais lojas", afirmou o diretor de transformação digital do GPA, Antônio Salvador.

O alinhamento com a Microsoft começou há cerca de três meses e o foco, inicialmente, segundo o executivo, será desenvolver as tecnologias de reconhecimento facial, scan & go e armários para retirada de mercadorias compradas na nova loja.

Uau! Já imaginou que interessante?

O futuro chegou! E poderá ser encontrado no supermercado!

 

[Fonte: Época Negócios]