Farmacinha de ervas: são muitas as que você pode cultivar em casa para cuidar bem da sua saúde

Fitoterapia. Tratamento ou prevenção de doenças através do uso de plantas.
Farmacinha de ervas: são muitas as que você pode cultivar em casa para cuidar bem da sua saúde

13

MAI


Já parou para pensar no assunto?

É uma bela alternativa para resolver as sensações de mal-estar a que podemos ficar expostos por conta da rotina do dia a dia, viu?

Cultivando uma farmacinha de ervas em casa (ou no apartamento) dá para cuidar direitinho de muitos incômodos, como, por exemplo, insônia e má digestão.

Duvida?

Então vamos lá...

Coentro: indicado para alívio de dores nas articulações e reumatismos. O melhor é plantá-lo durante a primavera. Antes de semear, lave as sementes com água e sabão e deixe secando ao ar livre. Uma vez secas devem ser plantadas em pleno sol, com três centímetros de distância e 1,5 centímetros de profundidade. Começam a brotar entre sete e dez dias após o período em que foram plantadas, e as folhas já podem ser colhidas. 

Salsinha: ótima na atuação contra retenção de líquidos, inchaços, infecção urinária e pedras nos rins. Para plantar basta espalhar as sementes pela terra de maneira uniforme e, logo depois, colocar de 1 a 2 centímetros de terra por cima. 

Alecrim: facilita a digestão dos alimentos. Pode ser cultivado por meio de sementes ou por estaquia (plantio de pequenas estacas de caule, raízes ou folhas). As sementes podem ficar em sementeiras, vasos pequenos ou outros recipientes. 

Melissa: nome científico para erva-cidreira. É muito eficaz no combate à insônia e aos distúrbios do sono. Recomenda-se o plantio em áreas de sombra, porém, que contem com grande luminosidade. Não é preciso regar muito, mas é necessário fazer boa drenagem do vaso.

Estas são apenas algumas das muitas alternativas que a natureza oferece para que você possa cuidar da sua saúde.

Que tal, hein?


[Fonte: Portal iG // Delas]