Ortopedistas alertam sobre os perigos de andar de patinete elétrico sem as devidas proteções no corpo

Pode confessar, você já se rendeu à novidade do transporte compartilhado que virou febre no Brasil: o patinete elétrico.
Ortopedistas alertam sobre os perigos de andar de patinete elétrico sem as devidas proteções no corpo

10

MAI


Se ainda não experimentou, a gente pode a-p-o-s-t-a-r que está louco (a) para dar umas voltinhas por aí em um deles!

Pois é, visto que possibilitam locomoção rápida, esses aparelhos estão cada vez mais comuns nas ruas de diversas cidades brasileiras.

Muito bem, a sensação de liberdade, de vento batendo no rosto, pode ser – mesmo – única, incrível, maaasss, apesar de parecer inofensivo, o patinete – se usado sem os devidos equipamentos de segurança – pode fazer estragos. E bem feios! 

"Andar com este tipo de veículo é tão arriscado quanto andar de bicicleta. Por isso, é preciso usar equipamentos de segurança. A imprudência é outro fator que precisa ser observado. Muitas vezes vemos pessoas andando com o patinete entre os carros e em cima da calçada, o que aumenta as chances de um acidente", diz o ortopedista Maurício Marteleto, membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedistas e Traumatologistas (SBOT).

Os cuidados são mais do que necessários. Porque as lesões podem ser graves. E podem deixar “suas marcas” para sempre.

Pessoas que não contam com muito reflexo, por exemplo, podem não ter tempo para reagir a uma possível queda e, dessa forma, baterem com a cabeça no chão.

Qual pode ser o resultado?

Traumatismo craniano. Uma lesão muito grave que pode até causar a morte. 

Por isso, equipamentos de segurança são fundamentais!

E quais são eles?

Anote aí: capacete, cotoveleira, munhequeira e joelheira.

Com todas as partes do corpo devidamente protegidas, não custa reforçar: faça o favor de não descer ladeiras e desvie dos buracos, ok?

Agora sim...

Divirta-se por aí!


[Fonte: Portal iG // Saúde]