Alzheimer: cientistas revelam que a chave para o tratamento definitivo, o que levará à cura, pode estar na geleia real

Você já deve ter ouvido falar que cresce – exponencialmente no mundo – o número de pacientes acometidos pela doença de Alzheimer, certo?
Alzheimer: cientistas revelam que a chave para o tratamento definitivo, o que levará à cura, pode estar na geleia real

09

JAN


Nem poderia ser diferente, a população mundial está envelhecendo.

Pois bem, mas, para alívio e expectativa de todos, pesquisadores da Universidade de Stanford revelaram – recentemente – que obtiveram excelentes resultados pesquisando
a atuação da geleia real (isso mesmo, aquela, das abelhas) no tratamento de desgaste muscular e doenças neurodegenerativas como, por exemplo, o Alzheimer.

Os envolvidos com a pesquisa explicaram que a proteína royalactina – principal componente da geleia real – é capaz de ativar uma rede de genes que reforça a capacidade de renovação das células-tronco.

O que isso significa?

Que a proteína em questão permite que um organismo produza mais células-tronco que a média, podendo usar as novas células na reparação de danos internos.

Olha que bacana!

Mais uma propriedade super importante da substância que já é – amplamente – vendida como auxiliar no processo de combate ao envelhecimento, no aumento da fertilidade
e na melhoria do sistema imunológico!

E o melhor, vem pronta da natureza!

Claro que todos esses benefícios ainda precisam do sustentáculo de muitas pesquisas, maaasss, só o anúncio já torna o cenário bastante esperançoso, não?


[Fonte: Exame.com]