Especialistas em obesidade contam que, com treinamento do cérebro, é possível conter a compulsão alimentar

Hora de falarmos sobre compulsão alimentar.
Especialistas em obesidade contam que, com treinamento do cérebro, é possível conter a compulsão alimentar

14

DEZ


Você tem o problema ou conhece alguém que sofre com o distúrbio?

O roteiro da história é sempre o mesmo.

Entrar em dieta, seguir firme, passar por uma situação difícil (em casa, no trabalho ou no relacionamento) e, pumba!, lá se foi a disciplina e tudo acaba em comida.

Os casos de compulsão alimentar são bem mais comuns do que a gente imagina.

E sempre vêm acompanhados de um sentimento de culpa – clássico – traduzido pela culpa de ter comido tanto.

Especialistas em obesidade cansam de ver em seus consultórios pessoas falando sobre a sensação maravilhosa de comer alimentos calóricos em excesso, sucedida por uma outra, dolorosa, a do arrependimento.

Profundos conhecedores do assunto, estes mesmos especialistas oferecem dicas preciosas para que se possa começar a lidar com o problema. Uma delas é treinar a mente com exercícios.

De que jeito?

Funciona assim: se você deseja emagrecer – por questão de saúde ou para perder peso – antes de comer é interessante fazer uma pergunta: eu estou mesmo com fome ou eu estou comendo por gula?

No começo, podem vir respostas como “É só por hoje” ou “Estou precisando comer para relaxar”, mas, com o tempo, se a mente for devidamente treinada, o hábito de entender se o alimento é, realmente, necessário vai se instalando sem maiores problemas.

Viu?

Aos poucos, sem sofrimento exacerbado, dá – sim – para começar!

Cuide bem de você!

Ou...seja o anjo da guarda de alguém que passa pelo problema da compulsão alimentar.


[Fonte: https://delas.ig.com.br]