Cirurgia resolve apenas metade de problemas decorrentes de instabilidade nas articulações. A reabilitação total só acontece por meio de fisioterapia

E aí vem o tombo. Um inesperado rompimento de ligamentos.
Cirurgia resolve apenas metade de problemas decorrentes de instabilidade nas articulações. A reabilitação total só acontece por meio de fisioterapia

23

JUN


E a necessidade de uma cirurgia para restabelecê-los.

Cirurgia realizada com sucesso, tudo certo. 

Acabou?

Acabou nada.

Vai começar – geralmente no dia seguinte – a fisioterapia. E, junto com ela, um lento e repetitivo trabalho de recuperação.

Para lesões como um rompimento de um ligamento anterior crucial, por exemplo, a reabilitação pode durar até seis meses.

Pois é...difícil imaginar que um “simples” tratamento vá demorar e doer tanto. 

A fisioterapia exige o tédio mensal de passar horas em uma sala cheia de estranhos fazendo os exercícios mais inusitados

A verdade é que – por mais que muitos ortopedistas não expliquem que o sucesso da cirurgia dependerá dos posteriores exercícios de fisioterapia – todo mundo acaba nela, seja quem for e qual profissão tiver.

Isso mesmo, as sessões de fisioterapia são bem democráticas, igualam todos que precisem se submeter a elas. 

Os exercícios podem ser tediosos e a intimidade forçada desagradável, mas ter o respaldo das mãos fortes, habilidosas e preparadas dos fisioterapeutas é fundamental para recobrar – integralmente – os movimentos e a saúde.

[Fonte: G1 // Ciência e Saúde // Vida Saudável]